terça-feira, 9 de junho de 2020

Mulher diga Não ao médico que não acreditar nas suas dores

  


Mulher diga Não ao médico que não acreditar nas suas dores
A endometriose acomete as mulheres de formas distintas e muitas sentem fortes dores e ainda passam por descrença nos sistemas de saúde 



Mulher: respire e troque de médico- Não aceite que não acreditem no que você sente 
Crédito da imagem: Jonatas Domingos


Uma em cada três mulheres com endometriose apresenta dificuldade para engravidar. Este dado é do grupo Jean Hailes. Não bastasse ter problemas para gerar uma criança, muitas dessas mulheres sentem fortes dores que impedem, inclusive, de trabalharem e terem uma vida normal. 

Isso ocorreu com a Haley. Foram quase 2 décadas para que os médicos acreditassem nos sintomas que ela apresentava. Haley não conseguia trabalhar e por isso o tratamento para a endometriose era ainda mais difícil. Veja o texto na íntegra: https://www.abc.net.au/triplej/programs/hack/how-endometriosis-endo-affects-fertility-babies-familly/11480786

Assim, como Haley milhares de mulheres têm dores e os médicos não acreditam nos sintomas. Muitos chegam a afirmar que ao engravidar, as dores desaparecem. Isso é um mito. A maioria das mulheres que têm endometriose sentem dores ao praticarem sexo, inclusive. E as que conseguem fazer sexo e engravidar ficam mais propensas a abortos.

O diagnóstico da endo (ou endometriose) só pode ser feito por um procedimento cirúrgico.  A cirurgia é feita no buraco da fechadura da pelve. O procedimento é chamado de laparoscopia. 

“Algo que recomendamos para as mulheres que têm fortes dores e não conseguem ter o aval do médico para fazer o procedimento médico acima é se consultar com um médico especialista  e/ou trocar de ginecologista. Todavia, não desistir e confiar nos seus instintos e sintomas. Todas têm a capacidade de ter uma vida melhor”, finaliza Maria Helena, Coordenadora da Amo Acalentar (Associação Ministério Nacional e Universal de Endometriose, Intertilidade, e Dor crônica do Brasil).

Para saber mais sobre endometriose e saúde da mulher continue acessando o nosso blog: http://www.endometriosemulher.com/


Sobre a Rede Amo Acalentar
A Associação Ministério Nacional e Universal de Endometriose, Intertilidade, e Dor crônica do Brasil não tem fins econômicos e/ou lucrativos e tem como objetivo o atendimento e a defesa de tratamento aos casais inférteis, aproximar portadoras de endometriose a pessoas físicas e/ou jurídicas profissionais que possam oferecer àquelas melhores condições de tratamento, e promover a debates sobre os possíveis tratamentos por meio de experiências e informações. Buscando sempre soluções aos casais e promovendo a esperança de um mundo melhor.


Informações para Imprensa:





Queissada Comunicação
Agência especializada em educação, saúde, e intercâmbio
Juliana Queissada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.