Magazine Acalentar

Magazine Acalentar
Lója da Mulher, Acessórios feminino, Bijuteria, Fita da Consciência, Caneca, Livros, Brindes em geral, personalize sua caneca, camiseta, fita, chinelo para seu evento, festa casamento:envie a foto que você quer para comercial@magazineacalentar.com

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Mulheres e Novelos: desentrelaçando a endometriose e a maternidade


A primeira parte do livro "Mulheres e Novelos: desentrelaçando a endometriose e a maternidade" é composta de textos autobiográficos que buscam identificar e desentrelaçar vários aspectos da endometriose e da maternidade. Crônicas minhas e de outras tantas mulheres de idades e realidades diversas. A segunda parte traz uma história que rompe os estigmas da idade para a maternidade. Detalhadamente descrita, a experiência do casal sexagenário ilustra que um encaminhamento cuidadoso e multidisciplinar pode ter êxito num tratamento de inseminação. Outra história, também presente nestas páginas, descreve de forma madura e reflexiva a escolha pela adoção. A terceira parte apresenta a contribuição de especialistas para compreendermos de forma mais sensível e criteriosa a saúde feminina. Contribuições do Direito, da Nutrição funcional, do Exercício físico sistemático e uma pesquisa fenomenológica sobre o corpo gestante. Na quarta parte apresento textos curtos que pontuam aspectos centrais de reflexão sobre a importância de desentrelaçarmos a endometriose e a maternidade. Afinal, persistem questões graves ainda não respondidas pela Ciência que colocam as mulheres num permanente desafio. Ao decorrer dos textos “desentrelaçamos” alguns temas: as crises de dor; as suspeitas hipocondríacas; os medos, os desejos e o sonho da maternidade; o aborto espontâneo; o grande fluxo de sangue; as inseminações; as altas doses hormonais; a retirada do útero; os miomas, cistos e as aderências; os relacionamentos amorosos; a vontade constante de ter saúde; o fim das crises de dor; ou ainda, as inúmeras consultas médicas e os exames repetitivos.

TATIANA PASSOS ZYLBERBERG
Organizadora do livro Mulheres e Novelos: desentrelaçando a endometriose e a maternidade
Licenciada, Bacharel, Mestre e Doutora em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Professora do Instituto de Educação Física e Esportes (IEFES) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Coordenadora do LEPSER – Laboratório de Estudos das Possibilidades de Ser. Diretora da Divisão de Formação Docente: CASa/UFC (Comunidade de Cooperação e Aprendizagem Significativa) . Membro da Academia Itajubense de Letras (AIL).
           Segunda dia  20/10 em nossa loja pegue seu livro clique na Guerreira e ela te levará à loja
   www.magazineacalentar.com


Estamos precisando de sua ajuda, assine e se puder imprima a petição e colha assinaturas, afinal esta causa é de todas nós, e se você não ajudar, quem vai? Quem nem sabe de nossa existência? ou de nosso sofrimento? Pense nisso e aja como puder

Petição para imprimir 
https://docs.google.com/document/d/1SwwLrqs0sPuFi96yAmhsTp7bOIgTCv71uIDgsV0eKZA/edit
         





quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Buscando Respostas


ATENÇÃO
Alerta:
    Menina esta causa é sua ajude-nos, imprima a petição e colham assinaturas >>>>
 Buscando respostas...


Onde estão nossos direitos de viver como ser Humano
Somos tachadas como chatas, mal humoradas,
Loucas e preguiçosas...
Precisamos de médicos que acreditem em nossas dores e que não nos tratem como loucas.
Onde anda os direitos humanos?
Nossa dor não é psicológica, se fosse porque estão retirando nossos órgãos? 
Pedaço do intestino, bexiga, rins e nossos órgãos reprodutores...
Este ato MÉDICO é psicológico?
Teriam esses médicos cometido loucuras e estão precisando de tratamentos  com psicólogos e de psiquiatras por agirem assim?
Eu digo que não!
Pois se torna necessário o procedimento cirúrgico para que não cause problemas mais sérios..
Então nossa dor não é caso de psiquiatra e nem psicológica não é mesmo?
...Onde anda o direito de muitas mulheres serem Mães com tratamentos gratuitos?
 Uma doença que age como um câncer  as vezes tratadas com medicamentos fortes e esta levando nossos órgãos .
Somos loucas??????????
Onde estão nossos governantes será que eles sabem o que é  ENDOMETRIOSE?
NÃO?
 Então eu vou lhes explicar não cientificamente, mas com experiência própria e em nome de todas as portadoras.
Endometriose nada mais é que o crescimento de células devido à menstruação que volta e cai na nossa parede abdominal pelas trompas e que crescem exageradamente dentro de nós e vai atacando nossos órgãos causando a dor do parto, isso mesmo a dor do parto para quem já sentiu sabe como é e quem nunca sentiu e já senti uma cólica de rins imaginem ela milhões de vezes em um só minuto isso mesmo! Estamos sendo mutiladas, humilhadas diante da sociedade que nada faz.
Sabemos que tem outras milhares de doenças físicas  e neurológicas que aparentam ser pior que a nossa. E são sem dúvidas ,mas a nossa não é diferente queremos respostas e tratamentos dignos .
Ela é como todas essas outras físicas ou não aparente que tem no mundo, ela  só é diferente em uma coisa   nos leva a óbito  em vida.
O que fazer?
 Pois mesmo tirando o útero ela continua a progredir após algum tempo, porque dizem que ela alimenta do estrogênio e são os ovários os responsáveis por isso? E porque  mesmo tirando os ovários ela continua?Quando perdemos os ovários chega á menopausa e ai temos que refazer reposição hormonal como dizer que vamos ficar curadas quando chegar a menopausa se vamos ter que repor o hormônio que segundo eles alimenta a doença caso fique algum foco?
Onde estão essas respostas?
Endometriose é quando você chora, fala grita e mesmo tendo alguém do seu lado parece estar sozinho...Não se enxerga aos olhos o que o coração sente não é mesmo
Somos assim não nos enxergam!
Quando somos percebidas nos olhos com o olhar da ignorância?
Isso mesmo Ignorância..essa palavra sem sentido para quem a sente que não enxerga o próximo com os olhos de Deus ...
É assim que sentimos...
ENTÃO:                                                                                                                             
Somos loucas ???
Onde esta o tratamento da nossa loucura?
Ficará mais em conta esse tratamento?
A loucura e a verdade andam juntas?
Uma coisa temos certeza...Somos Guerreiras, mas a luta esta invencível aos olhos do ser humano mas para Deus jamais!
Vamos ajudar todos os grupos de apoio a mostrar a todos o que essa doença esta fazendo conosco!
"Grupos nos permitam colocar seus nomes, o trabalho de todos é fundamental."Maria Helena 
Junta em uma só voz.
Leda Gonzaga

Escritora/Colunista Ong Acalentar /Uberlândia 02 de Setembro de 2014.

Precisamos de você
 Coloque um tijolinho na nossa casinha click nela e saiba como
#juntasnumasovoz

 Gente ajudem põe um tijolinho na nossa casinha...
     

terça-feira, 16 de setembro de 2014

O Grito


        Quando me vejo com dor, lembro- me desse quadro, intitulado “O Grito”   é uma série de quatro pinturas do norueguês Edvard Munch, a mais célebre das quais datada de 1893. A obra representa uma figura andrógina num momento de profunda angústia e desespero existencial. (Wilkipédia, 05- 08- 2014, 11:57 h)
    O desespero e a incerteza tomam conta de mim, o  caminho, acaba se tornando macabro, até onde a aflição persistirá e quando terá um fim?      
    Os  médicos me disseram que quando casasse a dor melhoraria,encontrei um príncipe, casei e nada,o mal estava ali implacável, sombrio e amargo.
  Disseram-me mais uma vez,  que  engravidasse,   a dor acabaria, assim mesmo sem condições financeiras engravidei,, engravidei  e engravidei e hoje e sempre darei graças a Deus pois  descobri que engravidar já tinha sido um milagre. Apesar da gravidez  e da felicidade de ser mãe a agonia não teve fim.
     A sombra do fundo  do quadro , na minha visão endometriótica  são os médicos que nada sabem, não pesquisam  e falam do que não buscam compreender.  Eles opinam sobre o assunto , fazendo testes, sem se importar com os  sentimentos e nos deixam  pior que  entramos, quando não conseguem, mandam para o psiquiatra, que por sua vez, medicam a dor com calmantes como se não existisse e faz nos acreditar que somos loucas.
    O desgosto não acaba, , no quadro vem andando duas pessoas, são os julgadores das sofredoras,,não bastasse o sofrimento, ainda aparecem os opressores, aqueles que abrem a boca para dizerem que somos moles, preguiçosas, que isso é normal, coisas de mulher. Como uma dor, que se parece como de parto pode ser normal? Isso, todos os dias, minutos e segundos na sua vida. Para umas,duram dias;  para outras,meses;  para outras,, anos e para outras, uma vida.
 O laranja do  céu recria ainda que  desbotado,  o sangue perdido com as dores, hemorragias, dismenorréia,e etc... As linhas sinuosas também estão presentes no céu, na água demonstram uma dor sem fim, contínua, que despreza a vida, modifica sua história, te prostra,, te diminui, te faz senti inferior e dói na alma. Por isso escolhi essa obra, por ser tão dramática e interessante.
    Termino estas palavras agradecendo ao Autor da minha fé, que mesmo diante de tantas adversidades, nos momentos mais difíceis colocou pessoas maravilhosas que me apoiam e amam incondicionalmente. Aos meus presentes filhos e minha mãe que torcem por mim e me amam apesar das dificuldades. A Ong Acalentar na pessoa da nossa amiga Maria Helena Nogueira que sempre está de coração aberto para ajudar as portadoras, com amor, dedicação e carinho. Obrigada!!!
                                           Patrícia Gomes Vilaça

                                                (Minas Gerais)


Clique no livro

 Vamos #juntasnumasovoz , imprimam a petição e colham assinaturas, tirem fotos  ou escaneie e nos envie para mariahelena@endometriosemulher.com

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Atrofia Vaginal por uso de medicamentos que induzem a menopausa.

Não esqueça de imprimir a PETIÇÂO, depois fotografem, escaneie e nos envie, veja aqui ao lado>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Atrofia Vaginal: Alerta.

Bom meninas há tempos estou para fazer este post, pois o tema que vamos tratar hoje refere-se a fatos, aconteceu comigo e com algumas mulheres do grupo. E me sinto no dever de alertar porque o preço é muito alto.
Infelizmente estamos numa situação de que se correr o bicho pega se ficar o bicho come e se enfrentar sobrevivemos. Mesmo que em grande luta.
Há algum tempo venho sofrendo terrivelmente de mais uma nova dor, esta é no músculo que liga a vagina ao anus doi continuamente dia e noite, primeiro como de costume me automediquei, com pomadas vaginais, banhos com camomila, e permanganato de potássio. O que refrescava e aliviava, depois muito assustada achando ser algo mais grave por me impedir de dormir e mesmo tomando morfina não cessava a dor, já estava alucinada parecia um zumbi, fui parar no pronto socorro do HC, a gente pensa de tudo. Mas enfim, quando passei pela médica e ela deu o diagnóstico a tristeza me invadiu, era a dita cuja atrofia vaginal. E pasmem mais uma que não tem jeito, pode melhorar com uso de Estriol (hormônio), mas numa linguagem simples ela me descreveu, o tecido fica fininho e o nervo encolhe. Para nós é impossível usar esta pomada porque é tudo que a endometriose precisa, então ela passou uma que tem o mesmo efeito e não entra na corrente sanguínea, é localizada. A Colpotrofine 10mg. Que também seria ótimo não usar, mas é a única que acalma a dor, então vamos lá. Bom eu usei zoladex desde 1987, sempre parando por um ano e voltando a usar, nos últimos 5 anos usei sem parar pelo estado em que me encontrava, então estou em menopausa precoce desde os meus 26 anos. E Sabemos todos os efeitos colaterais destes medicamentos. Por isto vou passar aqui a bula de alguns para que vocês acompanhem e se cuidem. Por exemplo, não deixando de fazer sexo kkkk, mesmo que seja chorando, e exercícios vaginais.
 Aprendi a duras penas que este exercício vaginal é fundamental, não deixe a vagina ressecada, use sempre algum lubrificante, após defecar lave-se, pois ficamos muito susceptíveis a infecções. Temos que manter a elasticidade, a espessura e a umidade da vagina . Não posso deixar de relatar que o que está me ajudando é a fisioterapia vaginal, onde as meninas da Unifesp fazem massagem vaginal, colocam gelo, e isto tem me ajudado muito. Quero agradecer a Nina, a Carol, a Amanda enfim todas elas.

Obs: Fale sempre com seu médico. Só ele pode passar medicamento correto, até porque cada organismo é único. 
Vou colocar aqui as bulas de Zoladex, do allurene, prestem atenção meninas e redobrem a atenção com os ossos, passem a comer mais alimentos que contenham cálcio, tomem sol, cuidem dos dentes com maior atenção. Comam alimentos com menos gordura e açucar cuidando das artérias e coração, não esqueçam das fibras na alimentação para ajudar o intestino. 
A gente! Ja briguei tanto pra usar estes medicamentos, hoje estou pagando um alto preço, e pior nunca fiquei sem dor. Isto que é cruel. Mas pelo menos a endo não tomou conta de tudo, rsrs. 


A Seguir :Bulas  Allurene, Lupron, Zoladex



Próximo: O Grito de Patricia Vilaça.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Mutirão de Transvaginal com Preparo Intestinal para Mulheres com Endometriosre. Participe

    Bom dia Mulheres Guerreiras.
                                Hoje estamos lançando nossa parceria com a CETRUS .
Faremos aqui uma prestação de serviços trazendo a informações sobre exames a todos.
Mulheres poderão marcar seus exames aqui, totalmente gratuito, (Veja na aba acima) "marcar exames". 
Após este post acompanhe tudo em "Agenda". 
Mutirão de Exames Gratuitos na Unidade São Paulo - Setembro

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Endometriose é a Uma das Causas de Maior Urgência no Brasil Hoje

Chega de Descaso, ignorância, má vontade, a lei da  violência contra a mulher  tem que valer além das paredes de suas casas e ir onde ela vai. Vamos começar nosso GRITO. Mandem seus relatos  de atendimento médico para o e-mail: mariahelena@endometriosemulher.com.
  #juntasnumasóvoz
O video vem com o lançamento da nossa criação.
Apresentando nossa Princesa  Warrior Chiryou,  (guerreira). Em contrapartida vem ai rainha ,Musabori Shikyuunaimakusho (Musabori , devoradora)( shikuunaimakusho, Endometriose) que representa a endometriose será apresentada no devido tempo.
A partir de agora nossa princesa e a rainha estarão em nossas marcas, logos, e tudo que referir à Organização Acalentar. ( criação: Anna MEH). Marca registrada ₢ .


Novidades. Nova parceria para todas nós. Aguardem.


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Queridas amigas endo Guerreiras


Quando resolvi escrever algo sobre a endometriose a 15 anos atrás não pensei que conseguiria tamanha 
repercussão, aqui na minha cidade algumas emissoras estão se interessando pelo assunto e recebi alguns convites para entrevista sou bastante tímida mas estou conseguindo aos poucos me abrir e enfrentar essa 
missão e estou encarando esses novos desafios para divulgar nossa luta e quem sabe conseguirmos algo em nosso benefício.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

G1 Pedagoga com endometriose se ‘inspira em doença’ e cria livro em MG

Obra foi lançada em Uberlândia e contempla área medicinal e autoajuda. Livro traz depoimentos de quem vive a doença, inclusive a própria autora.



 Assine





A dor deu origem as escritas e a doença se tornou protagonista de um livro. Foi assim que a pedagoga Leda Gonzaga Alves, de 46 anos, resumiu a publicação ”Endometriose – O Silêncio e a Dor da Alma”, lançada esta semana em Uberlândia.

O livro é o segundo da trajetória da escritora, mas o primeiro que contempla a mistura de gêneros – medicinal com autoajuda. 



sexta-feira, 11 de julho de 2014

ENDOMETRIOSE X ENDOMETRIOSE PROFUNDA


O endométrio é a camada interna do útero que, mensalmente, se renova por meio da menstruação.



Quando o endométrio localiza-se fora da região uterina caracteriza-se uma doença chamada endometriose que acomete, principalmente, mulheres em idade reprodutiva.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS?

quarta-feira, 9 de julho de 2014

ATENÇÃO: Lançamento Amanhã dia 10/07/2014 Endometriose "O Silêncio e a Dor da Alma"

O Lançamento foi adiado conforme informações da escritora Leda Gonzaga e divulgado em todos os meios.


Convite anterior.  NOVA DATA: 10/07/2014, hora e local permanecem.



Vejam entrevista no programa Manhã Total.



O seu apoio é muito importante. Apoie esta causa. Assine o Abaixo-Assinado.

Veja aqui quantas razões para assinar, seu gesto de assinar pode salvar muitas vidas.

   


Para adquirir o livro Endometriose " O Silêncio e a Dor da Alma"

www.magazineacalentar.com


Faça sua Doação

Ajude-nos com mais um tijolinho, e receba um tijolinho nas recompensas. A Obra terá o nome de todos os doadores.