segunda-feira, 20 de abril de 2015

Dia Nacional da Luta contra Endometriose 08 de Maio



COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 6.215, DE 2013 Institui o dia 8 de maio como o "Dia Nacional da luta contra a Endometriose". Autor: Deputado Roberto de Lucena Relator: Deputado Geraldo Resende

È com imensa alegria que venho passar a todas as novidades sobre a aprovação do dia nacional da luta contra a endometriose. Imaginem minha alegria quando abri o email que segue:


Logo C?mara dos Deputados
Brasília, quinta-feira, 16 de abril de 2015
Prezado(a) Maria Helena Da Silva Nogueira,
Informamos que as proposições abaixo sofreram movimentações.
  • PL-06215/2013 - Institui o dia 8 de maio como o "Dia Nacional da luta contra a Endometriose".

Estou aguardando desde o dia 01 de abril  quando recebi também o seguinte email onde foi aprovado. Com a realização dessa audiência, cumpriu-se a condição legal para a instituição desta data comemorativa

"Em face da relevância do tema para a saúde pública brasileira e do cumprimento da exigência da Lei nº 12.345, de 9 de dezembro de 2010, somos pela aprovação do Projeto de Lei nº 6.215, de 2013". Leia  Relatório na integra a seguir .

     Nós participamos meninas e somos mais que vencedoras em Cristo Jesus.
Vamos continuar lutando, vamos assinem a petição enviem aos familiares e amigos

Queremos agradecer a todos que participaram desta luta.



Saibam porque nossa luta quem não assinou assine aqui. 
Ver Abaixo-Assinado Razões para assinar. O que dizem outros assinantes.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Mutirões Ultrassom Transvaginal com Preparo para Endometriose, Obstétrico, Ombro, Hérnia, Mama entre outros. Gratuito.



Vejam datas exames agenda.


Abril
 Teremos mutirão gratuito de Paaf mama e Core Mama
 Ultrassom obstétrico 2º trimestre ( 20 a 28 semanas de gestação)
 Ultrassom obstétrico 2º trimestre ( 20 a 28 semanas de gestação) 
 Ultrassom Transvaginal (15 a 45 anos)
 Ultrassom obstétrico 1º trimestre (11 a 14 semanas de gestação) 
 Ultrassom Transvaginal (15 a 45 anos)
 Ultrassom obstétrico 1º trimestre (11 a 14 semanas de gestação) 
 Ultrassom Transvaginal (15 a 45 anos)

Maio
 Ultrassom Obstétrico – 1º trimestre (11 a 14 semanas)
 Ultrassom Obstétrico – 2º trimestre (20 a 28 semanas)

 Ultrassom pacientes com Cirrose,    esquistossomose, hepatopatia crônica,  esteatose

 Ecocardiograma

 Ultrassom Transvaginal (15 a 45 anos)

 Ultrassom de testículos ou bolsa escrotal

 Ultrassom pacientes com Hérnia inguinal

 Ultrassom de mama

 Ultrassom ombro

 Ultrassom cotovelo e punho

 Ultrassom joelho/ultrassom quadril e Ultrassom quadril  infantil

 Ultrassom tornozelo

 Ultrassom ombro, Ultrassom cotovelo, Ultrassom punho,  Ultrassom mão, Ultrassom quadril,  Ultrassom pé, Ultrassom  calcanhar, Ultrassom tornozelo

 Ultrassom abdômen e Rins e vias urinarias

Centro de Referência em ensino Ultrassonografia



Veja: Agenda

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Globo Aborda Endometriose: Tema Infertilidade


Mais uma vez a Globo fala sobre endometriose, focando no tema infertilidade o que posso agradecer por pelo menos estarem falando sobre endometriose de alguma forma. A Infertilidade neste caso esta sendo abordado em uma pequena porcentagem de mulheres com endometriose que são assintomáticas, infelizmente a endometriose é muito, mas muito mais complexa. Volto a dizer que esta sendo considerada por muitos especialistas como a mais cruel doença por manter grande maioria das portadora nos bastidores da vida sofrendo terrivelmente com dores contínuas.
Bom isto é um começo, quem sabe algum escritor se propõe a fazer um laboratório convivendo pelo menos um mês ou dois com uma mulher portadora de endometriose.
Vamos continuar #juntasnumasovoz.
O livro O Sequestro de Uma vida reflete a verdadeira face da endometriose em grande maioria das portadoras. Escritores ao menos leiam este livro. Assim serão mais diretos em abordar o tema.



Por essa Irene (Malu Galli) não esperava! A publicitária vai ao médico por causa de dores que vinha sentindo, e descobre que está grávida. Mas não para por aí! O médico avisa que o embrião está alojado em um lugar onde não consegue se desenvolver e, por isso, terá que retirá-lo. “O que eu quero alertar é que a perda de uma trompa, mais a perda de parte do útero, mais a possibilidade de uma endometriose avançada... Tudo isso, aos quarenta anos, torna muito remota a possibilidade de uma nova gravidez”, completa.
Depois da operação, a ficha cai para Irene. Arrasada com a notícia, ela começa a chorar e desabafa com a irmã. “Eu não vou mais poder ser mãe. Nunca mais vou engravidar (...) Dá uma ideia de vida passando, sabe? E você não cabendo nela, ficando pra trás”. Lígia (Débora Bloch) bem que tenta melhorar a situação, mas a publicitária fica inconsolável: “Nem tenta minimizar, porque isso é muito duro. Uma coisa é quando isso é uma escolha sua, e outra é quando fazem essa escolha por você”.
Fonte link: Globo