quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Justiça do Rio Determina que Estado pague Fertilização in Vitro para Mulher Portadora de Endometriose Profunda

Estamos a caminho de uma conscientização, mas ainda temos muito que lutar. Vamos lutar, vamos gritar. Precisamos ser ouvidas agora, já. Vidas estão em jogo e precisamos acelerar nosso movimento, além da dor da perda da fertilidade ainda há as dores e sequelas físicas que anulam milhões de mulheres. Mulheres estas que ficam invisíveis a sociedade por estarem em seus leitos ou incapacitadas. Outras estão sem forças devido as limitações ocasionais. Por favor, eu preciso de vocês, vamos reagir, estou cansada e fragilizada pela dor meninas, preciso que peguem a espada que é a palavra e 
#juntasnumasovoz

Venha conosco, junte sua voz a nossa.
Vamos gritar, vamos gritar, vamos gritar. 

Quem quer Mudança?  Sei que todas queremos.

Mas realmente quem quer mudar? Quantos amigos você tem no face? e fora? 

Você pode assinar e repassar  para seus amigos e pedir que repassem?, somos nós que temos que lutar gente, não adianta chorar, reclamar, xingar, temos que agir. Afinal a dor é sua, a dor é minha, e quem não sente não vai pegar a bandeira e carregar. Se nós mesmos não damos importância há um problema tão grave e que está acontecendo conosco, vamos esperar de quem? Venha conosco agora, repasse no face, no e-mail em todos os canais, e imprima, por onde for colete assinaturas. Nós podemos mudar, mas temos que querer.

Enviem pelo menos para 10 amigos, peça que estes amigos enviem para mais 10 e assim por diante.
Estamos atualizando a petição e vamos colocar ali todos os direitos que precisamos, inclusive pode dar sugestão no comentário abaixo. Ajude-nos a fazer um projeto completo.  Dê a sua sugestão.
 Pegue seu livro
www.magazineacalentar.com
Temos já os temas somando-se: Os mesmos direitos de pacientes com câncer, direito aos estudos in domicilio, direito a ajudador domiciliar, tratamento domiciliar conforme crise, direito a medicamento para dor sem que precisemos implorar por este. Direito de informar palestrar para médicos e enfermeiros e profissionais de saúde em todo o Brasil sobre a realidade e como atender estas mulheres acreditando em sua dor, aprendendo a ouvir para que seja mais rápido o diagnóstico e principalmente respeitando. Como já é feito em vários países. E muitas outras já registrados que pode ajudá-las a viver com dignidade. Envie sua sugestão.
                                                 Assine aqui na imagem abaixo    


Assine aqui, Endometriose como saúde pública


                                                                    Imprima aqui e colha assinaturas, nos envie pelo correio ou , por fotos ou escanneie e envie para mariahelena@endometriosemulher.com



A Justiça determinou que o Governo do Rio de Janeiro pague a fertilização in vitro de uma mulher que não pode arcar com as despesas do tratamento. A decisão rara abre precedente para outras mulheres que sonham em ser mães. Veja video a seguir.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Endometriose já atinge de 10 a 15% das mulheres . Os problemas intestinais e urinários estão entre as complicações que podem surgir


Doença já atinge de 10 a 15% das mulheres em fase reprodutiva. Os problemas intestinais e urinários estão entre as complicações que podem surgir  
São Paulo, agosto de 2016 – A endometriose, doença caracterizada pela expansão do endométrio fora do útero, também pode afetar os tratos intestinal e urinário, mas muitas mulheres não conhecem as consequências causadas pelo distúrbio. Embora seja uma doença que atinge mais de6 milhões de brasileiras53% delas desconhece a endometriose, segundo dados da pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva (SBE) em parceria com a Bayer.
O endométrio tem como função fixar o embrião quando o óvulo é fecundado, porém quando não há gravidez, essa camada descama e é expelida em forma de menstruação. Esse é o caminho natural, mas se isso não ocorre, é preciso ter atenção.
Além das dores pélvica e durante a relação sexual, menstruações dolorosas e fluxo intenso, a endometriose pode levar a implicações mais severas na região do intestino, chegando a dificultar a evacuação. Quando afeta esse órgão fica caracterizada a endometriose intestinal, do mesmo modo havendo a descamação do endométrio, provocando inflamação, dor, a formação de tecidos cicatriciais e até sangramento.
O Dr. Maurício Abrão, Professor Associado do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), responsável pelo Setor de Endometriose do Hospital das Clínicas da USP e Editor Chefe do periódico internacional “Journal of Endometriosis and Pelvic Pain Disorders”, esclarece que “é importante ter acompanhamento desde a primeira menstruação, porque alguns sinais aparecem ainda na adolescênciaCom o diagnóstico precoce, evita-se o risco de uma fibrose ou até mesmo a oclusão intestinal”.
Na maioria dos casos, as mulheres levam cerca de cinco anos relatando desconfortos até chegar ao diagnóstico final. Recomenda-se observar como o corpo de comporta, especialmente, as mulheres que estão em período reprodutivo, porque a endometriose também pode levar a infertilidade.  Segundo a Febrasgo(Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), a doença acomete de 10% a 15% das mulheres em fase reprodutiva.
O especialista complementa ainda que em alguns casos, a patologia pode atingir a bexiga gerando desconforto ao passar muito tempo sem urinar e até mesmo ter sangramento ao expelir o xixi. “Quanto antes tiver o diagnóstico, mais rápido será realizado o tratamento e menor serão os impactos no dia-dia da paciente. Existem situações de mulheres que ficam impossibilitadas de trabalhar, fazer atividade física ou qualquer esforço, porque as dores são fortes e influenciam diretamente na qualidade de vida, no convívio social e até mesmo no relacionamento com o parceiro, já que a prática sexual fica comprometida".
Embora não se saiba por que motivo a endometriose se desenvolve, estudos indicam a ligação com fatores hormonais, genéticos e até imunológicos. A patologia não tem cura, mas existem opções de tratamentos disponíveis no Brasil. Uma delas é a cirurgia para a retirada dos focos de endométrio, contudo, na maioria vezes, há recorrência do tecido e obriga a paciente a realizar novas cirurgias ao longo da vida.
Outra opção muito indicada é o uso de terapias eficazes no combate à dor. Entre as quais, está o Allurene® (dienogeste), primeiro tratamento clínico de longo prazo, ministrado por via oral com dose única diária, indicado especificamente para endometriose.
Bayer: Ciência para uma vida melhor
A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. 
A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2015, o grupo empregou cerca de 117 mil pessoas e obteve vendas de € 46.3 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.3 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 06 de outubro de 2015.
Para mais informações, acesse www.bayer.com.br http://www.bayer.com.br/
Informações à imprensa Bayer | Burson-Marsteller
Fonte 

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Endometriose é uma doença de comportamento malígno.

Produção: Camila Hermes
 Dra. Adelina Pimentel, e a guerreira Tatyanna Apolinário.
Sabemos que a luta em todo o mundo pela cura da endometriose tem sido árdua e constante. Hoje Tatyanna está estabilizada, tratando as sequelas e previnindo contra recidiva da endometriose.
Fonte TVE

domingo, 22 de maio de 2016

Conscientização da Endometriose em Urai PR com Patrycia Matos

 
www.endometriosemulher.com

Patrycia Matos, Diretora da Ong AMO Acalentar, região do Paraná,  esteve na Rádio Milenium Fm 89,7 Mhz,  informando toda a comunidade de Uraí, sobre a 
luta da conscientização sobre a Endometriose, uma doença que  faz muito mal a milhares de mulheres.  
Com o apoio da Prefeitura de Uraí e Secretaria de Saúde, Patrycia fez um convite para as mulheres de Uraí, participarem de um  estudo a distância e por telefone,  coordenado pelo pesquisador Maurício Marques sobre um disposiivo médico autoaplicável.
A Medecell do Brasil  dona da marca Tanyx®, nome do dispositivo médico autoaplicável, fará este novo estudo, que contará com 500 mulheres  com todos os tipos de dores e mais 500 vagas para mulheres que sofrem mensalmente de dismenorréia ou outras dores pélvicas.  O estudo avaliará os resultados do tratamento por meio de pulsos elétricos (tecnologia TENS) para o alívio do desconforto causado pelas cólicas menstruais e dores da região pélvica, bem como a eficácia e a usabilidade de Tanyx®.
  Para participar deste estudo as voluntárias terão que contemplar alguns requisitos:
·       Maiores de 18 anos;
·       Em idade reprodutiva;
·       Não podem estar grávidas;
·       Imprescindível que as voluntárias mantenham o acompanhamento médico regular
·       O eletroestimulador pode ser utilizando junto com outros medicamentos, drogas e tratamento;
·       As voluntárias devem continuar com seus tratamentos, exames e/ou prescrições médicas normalmente durante o estudo;
 
Para as mulheres  que estiverem interessadas em participar, a ONg  oferece também, a possibilidade de gravar um vídeo-depoimento caseiro sobre sua experiência ao utilizar o aparelho, com seus próprios recursos, para que possa compartilhar nas redes sociais da AMO Acalentar, Medecell e do Tanyx, com o objetivo de endossar a causa da dor da mulher.
 
As inscrições são realizadas pelo telefone gratuito 0800 770 70 80 e as interessadas devem mencionar o código “TANYX MULHER”


Fonte:http://www.urai.pr.gov.br/noticia/532/conscientizacao-da-endometriose-

 

domingo, 8 de maio de 2016

Dia Nacional da Endometriose 08 de Maio Agradecimentos





Agradeço a Deus em primeiro lugar, por nos proporcionar tão grandes bens.
Bom dia a todos, este é o segundo ano que comemoramos a conquista do dia nacional da endometriose, é com muita alegria que venho relatar nossas conquistas que são minímas mais animadoras e nos dizem que estamos no caminho certo. Nós podemos não concordar com muitas coisas, mas não podemos deixar de agradecer e comemorar cada conquista em prol da nossa saúde e bem estar.
Nos batalhamos desde 2004 por nossas endoimãs amadas, guerreiras e lutadoras. Os seres mais fortes do planeta. São mulheres que podem enfrentar qualquer, qualquer coisa, qualquer luta, entrar e sair de qualquer lugar depois de ter conhecido tal enfrentamento, viver com dores de parturiente 24 horas do dia, por anos e anos de suas vidas, quando conseguem reagir e se levantar, ah, abram alas porque elas vão passar trazendo um novo modo de vida, dando importância ao que realmente tem, seu olhar vai muito além do seu umbigo, é um olhar  por todas, até que a última mulher sofrendo dores físicas ou por violência física e moral sejam todas vistas, respeiradas e tratadas. Atendemos milhares de mulheres que hoje tem tratamento digno e de qualidade, muitas, graças a Deus hoje são mamães, outras estão bem, estabilizadas e até voltaram ao trabalho, muitas estão tendo suporte e tratamento continuo.
Por isto venho realatar todas as nossas conquistas: Vamos Agradecer e Comemorar!

Agradecemos ao Deputado Roberto de Lucena que nos deu voz, e hoje podemos comemorar esta data tão importante à mais de 40 milhões de pessoas no Brasil. As mulheres com endometriose e todos os envolvidos.
Agradecemos as parcerias que fazem uma grande diferença na saúde de nossas endoirmãs.E orgulhosamente lançamos mais uma.
 Está conosco Chamié, agora todas as associadas contam com desconto ao fazer seu ultrassom com preparo para endometriose. Todos sabem que nossas parcerias são escolhidas e assinadas. Pois lutamos por humanismo e tratamento digno na saúde. São parceiros que realmente se importam com você amada mulher guerreira. Todos os benefícios são dados a voceis. A última associada endoirmã que está sendo tratada hoje na rede pública em um centro de refêrencia mundial, conseguiu em suas urgências de exames particulares mais de 3 mil reais de descontos em tudo. Este é o nosso trabalho e a nossa alegria, ajudar de alguma forma. Listando aqui todas as parcerias.
Basta levar a carteirinha de Associada que seu desconto está garantido. E aguardem novas conquistas.
Tudo para você.

Obrigada:

Assinado e Aprovado.
 

  Centro de Referência em imagem da pelve feminina e no diagnóstico de endometriose profunda.
Atendimento especializado e humanizado.



Luciana Chamié


Luciana Pardini Chamié - CRM 90689
Médica diretora da Chamié Imagem da Mulher
Uma mulher, uma pessoa, uma profissional que ama o que faz, que olha para você, que se importa com você, que dá o seu melhor na busca do melhor resultado de seus exames.
Muito obrigada Dra. Luciana, por fazer parte desta rede de milhões de mulheres no Brasil e no mundo. Muito obrigada. 
Sabemos que isto deveria ser normal, mas  profissionais como a senhora são perolas raras.





 Dr.Edvaldo Cavalcante 
O que falar deste profissional?
Por enquanto, um grande presente de Deus.
Deus o enviou  atendendo nossos pedidos, para nos atender com amor e dignidade. Com ele realmente vi o valor do respeito.
Seu valor como profissinal é  inestimável.




Clinica Medicina da Mulher, que trás em seu corpo profissionais que podemos indicar por se tratar de pérolas raras.
Dr. Mauricio Abrão
Dr. Manoel Orlando,  ultrassom com preparo.
Dr. Luiz Flávio.
Dra. Paula Z. Fagundes
Dra. Ligia Myung
Dra. Fabiola Peixoto Minson, a mulher que fala a sua língua, sabe ouvir e respeita a sua história, chegando a dor de uma maneira que raros profissionais conseguem.
Ela diz que a dor é a que a mulher diz sentir e onde ela diz ter.
Isto não tem preço. Nós que vivemos isto, sabemos a importância de um profissional que acredita totalmente em você .

Obrigada a Cetrus, que faz a diferença para milhares de mulheres que precisam de um exame gratuito para diagnóstico da endometriose.

Obrigada a toda ao hotel e toda equipe que trata nossas portadoras que vem de todo o Brasil, com muito carinho e respeito. E nos permite manter um acompanhante. 



E o Nosso muito obrigada a UNIFESP. Que vem fazendo uma grande diferença através da visão de um médico que abre portas para o enfrentamento da endometriose de uma maneira complexa, assim como a complexidade da doença, Trás um tratamento globalizado, atentando para todos os meios possíveis e imagináveis em busca do melhor para a mulher. 
Nosso muito obrigada Dr. Eduardo Shor

Obrigada ao GOOGLE, nosso parceiro

Obrigada a Tanyx. Falar obrigada é pouco, por isto aguardem video. Por enquanto fiquem com meu depoimento simples.

#juntasnumsóalívio, #semdorcomtanyx, #nãováaoPSusetanyx. Tanyx evita muitas idas ao pronto socorro, que é mais um agravante sério para quem tem que enfrentar nosso sistema e nossas ruas, cada buraco ou lombada é um grito. (Falando de dores da endometriose)

Obrigada a todas as nossas amadas endoirmãs, amigas e amigos  , que nos ajudam nesta caminhada, tornando possível o atendimento a tantas mulheres.
Obrigada
Ana Paula Barreto Françoise
Andreia Luiza
Bruna Gomes
Denise Duarte
Doroti Almeida
Elaine Gomes
Francielle Athayde
Flávia Silveira
Gigi Bispo
Hilda Gomes
Igreja Cristã Paulistana
Jane Menezes
Leda Gonzaga
Pr. Daniel
Pr. Jessé
Patricia Vilaça
Patrycia Matos
Renata Souza
Ronald Lopes
Silvia Gomes
Tatyanna Apolinário
Walter Cantão
 Obrigada a todos que de alguma forma, seja ouvindo, aconselhando, seja ajudando a caminhar, seja ajudando a manter o projeto, não importa.
Obrigada a todos os grupos de apoio, obrigada a todos que atendem nossas endoirmãs com respeito e carinho, a todas as redes de atendimento seja público, convênio ou particular.

MUITO OBRIGADA

Vamos conseguir muito mais, imprima a petição, o link se encontra na lateral do blog, assine e repasse. Vamos usar nossa voz, juntas podemos conseguir muito mais. Venha levantar a bandeira.
Nossa Missão é




#vamosgritarvamosgritarvamosgritar, #vamosgritarjuntasnumasovoz, #juntasnumasovoz

Toque na foto para assinar.
Toque aqui para imprimir, coletar assinaturas e enviar por fotos e ou scanners.

Like Face