Magazine Acalentar

Magazine Acalentar
Lója da Mulher, Acessórios feminino, Bijuteria, Fita da Consciência, Caneca, Livros, Brindes em geral, personalize sua caneca, camiseta, fita, chinelo para seu evento, festa casamento:envie a foto que você quer para comercial@magazineacalentar.com

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Compreendendo a Complexa Endometriose

Postando conteúdo das imagens para que sejam traduzidos em outros idiomas. Nosso Blog é mundial e precisamos considerar que nossas endoirmãs em todo o mundo possam entender.
Nossa princess Warrior , apresenta em quadros. 
001  
 Sinais de sua presença.
Dor pélvica?
Infertilidade?
Sexo Doloroso?

Quadro 002 
Sintomas do tipo:

Cólica menstrual? de matar. A  dor é de parturiente, como se estivesse parindo.( Em outros países chamado de período assassino.)Digo de matar por chegar a ponto de desmaio como defesa do organismo quando já passou o limite que o corpo suporta.
   Dor na bexiga?  Alterações na bexiga e vias urinárias na época da menstruação, em casos de endometriose que envolve o aparelho urinário (percebidas pelo angramento na urina, por exemplo)
    Inchaço Abdominal? Alterações no intestino na época da menstruação, em casos de endometriose que envolve a região (apresentando sintomas como diarreia, intestino preso, sangramento anal)
   Fadiga: incapacidade de funcionar num nível normal, um cansaço como se tivesse carregando um grande peso, um tipo de esgotamento.
   Dor na relação sexual? Dispareunia. Descrita na profundidade da vagina.
   Dor Crônica: Contínua, incapacitante, independente da menstruação, principalmente em casos de endometriose mais avançada.  
   Infertlidade: 40% em média tem dificuldade para engravidar.


003
Quadro 003
Você pode ver muitas vezes artigos na mídia e em outros lugares referindo-se a endometriose como 'endométrio em outros locais do corpo. " Isso não é inteiramente correto. Endométrio é o revestimento do útero, que se rompe e é eliminado durante a menstruação. Este tecido normal é profundamente, histologicamente diferente das glândulas ectópicas e estroma que compõem a endometriose , clinicamente definida como a presença de funcionamento endometrial como tecido em outros orgãos além do revestimento do útero. Este tecido assemelha - mas não é o mesmo que -. o endométrio "normal" consequentemente este processo dá origem a dor, inflamação, desenvolvimento de quistos endometrioma ("chocolate"), fibrose, formação de aderências (faixas de tecido fibroso denso) e mais.


Continua na próxima semana. Vamos tentar compreender a complexidade de uma doença considerada por especialistas a pior de todas as doenças, a mais cruel, a mais difícil, superando o câncer, o HIV e outras doenças tão graves quanto. Na continuação deste vocês vão compreender o porque.
Não esqueçam de mandar seus relatos de atendimento médico para contato@endometriosemulher.com, com nome e CRM do médico, conte em detalhes o que passou. Seja bom ou ruim. Precisamos acabar com esta dominação absurda. Quem puder gravar no celular toda a consulta, será ótimo. Eu só entro no consultório com o gravador ligado. Chega de sermos taxadas de loucas, estéricas, e burras ou que só queremos colo ou chamar a atenção.
Queremos no mínimo respeito. É só pensarem que nosso dinheiro e tempo tem outras milhares de opções,
Vou mostrar tudo sobre a endometriose aqui, para que vocês saibam e conheçam mais.

Portadoras façam seus cadastros. Veja link ao lado,
E por favor não esqueçam de doar para a Casa Amarela. Participem.


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Medicamentos 35% mais barato para Mulheres com endometriose

Um novo medicamento para tratar a endometriose deve chegar às farmácias até 35 % mais barato do que o tratamento atualmente disponível para a população. Esse novo medicamento terá um custo menor porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), concedeu recentemente registro para uma indústria farmacêutica produzir a versão genérica desse medicamento.
De acordo com a especialista em vigilância sanitária da Anvisa, Stefania Piras, o genérico, apesar de ter um custo menor , tem a mesma fórmula do remédio de referência para tratar a endometriose. "O genérico inédito em si, já traz uma redução de preço, porque medicamento genérico tem que ser 35% menos do preço do referência. Com isso, aumenta o acesso da população com segurança qualidade e eficácia comprovada a um preço mais baixo, disponível para uma faixa mais ampla da população. Então, quem vai comprar vai ter mais uma opção. Quando a gente chama de genérico inédito é porque só tinha o referência e o genérico está vindo para ser a opção para o referência."São 5 novos genéricos inéditos no País dentre eles está: O dienogeste é indicado no tratamento dos sintomas dolorosos das lesões da endometriose (migração e crescimento do tecido da parede interna do útero fora da cavidade uterina). A ingestão de um comprimido por dia leva à redução do tecido afetado (endométrio) e diminui os sintomas associados, como por exemplo, dor pélvica.

Outros 4 medicamentos para diversos tratamentos são:

  • O cloridrato de moxifloxacino é um antibiótico com ação bactericida em infecções respiratórias, pneumonia, sinusite, bronquite crônica e doença inflamatória pélvica.
  • O baclofeno é um relaxante muscular usado para reduzir e aliviar a rigidez excessiva e espasmos nos músculos que podem ocorrer em várias condições, tais como a esclerose múltipla, doenças ou lesões na medula óssea e certas doenças cerebrais.
  • O ciclesonida é utilizado para o tratamento de sintomas de renite alérgica, incluindo congestão ou entupimento do nariz, coriza, coceira e espirros.
  • O baclofeno é um relaxante muscular usado para reduzir e aliviar a rigidez excessiva e espasmos nos músculos que podem ocorrer em várias condições, tais como a esclerose múltipla, doenças ou lesões na medula óssea e certas doenças cerebrais.
  • Já a pitavastatina é utilizada como terapia adjunta à dieta para reduzir os níveis elevados de colesterol total, lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), apolipoproteína B (Apo B) e triglicérides, além de possuir indicação para aumentar os níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol) em pacientes adultos com hiperlipidemia primária ou dislipidemia mista.
A Anvisa tem dado prioridade ao registro de genéricos inéditos, pois a entrada desses produtos no mercado significa um aumento real na oferta de opções e na queda de preços provocada pela concorrência.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Duas Novas Drogas promissoras contra endometriose poderão acabar com as dores no ventre

Matéria importante e informativa sobre os avanços nas pesquisas, passando e repassando:

Duas novas drogas, testadas em ratos, apresentam potencial para combater a doença. Se elas se mostrarem eficazes em humanos, poderão acabar com as dores no ventre sentidas pelas pacientes e reduzir a necessidade de cirurgias para corrigir o problema


A endometriose é um problema de saúde que atinge 200 milhões de mulheres em todo o mundo, causando dores e as ameaçando com o risco da infertilidade, possível consequência do tratamento para o mal. Empenhado na busca por recursos mais eficazes para combater a enfermidade, um grupo internacional de pesquisadores chegou a duas substâncias que surgem como grandes promessas. Ao serem testados em ratos e em células endometriais humanas, os compostos se mostraram capazes de impedir o crescimento dos tecidos e até mesmo de fazê-los regredir, além de combater o processo inflamatório característico da doença.

Graças a esses resultados, os autores da pesquisa, publicada nesta semana na revista Science Translational Medicine, acreditam que as duas drogas experimentais possam se tornar remédios que combatam a dor sentida pelas pacientes devido à inflamação e reduzam a necessidade de intervenção cirúrgica, que visa retirar o excesso de tecido que cresce nas pacientes.

Para chegar à descoberta, os cientistas seguiram uma linha de estudo prévio, que apontou a ação dos receptores do hormônio feminino estrogênio como o principal alvo a ser combatido a fim de conter o crescimento do tecido endometrial. “A estimulação excessiva de estrogênio e sua inflamação são aspectos cruciais da endometriose. A hipótese com a qual trabalhamos é a de que os tratamentos devem suprimir esses dois componentes”, escrevem os autores no estudo, coordenado por Benita Katzenellenbogen, professora de biologia celular da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

Receptores
As duas substâncias avaliadas, chloroindazole (CLI) e oxabicycloheptene sulfonato (OBHS), mostraram-se muito eficazes para bloquear a recepção de estrogênio e combater inflamações quando aplicadas de forma conjunta — sozinhas, não apresentaram bons resultados. Elas foram testadas tanto em ratas que tiveram tecido endometrial implantado quanto em células humanas no laboratório. “O OBHS ou o CLI administrados sozinhos não tiveram efeitos estimulantes sobre os receptores de estrogênio das ratas como esperávamos, mas, ao serem usados juntos, os compostos foram capazes de suprimir significativamente o crescimento do tecido uterino e a proliferação de células inflamatórias”, detalha o artigo.


Fonte: Diário de Pernambuco

Editado por:   Rute Nogueira.