sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Drama de novela: quando tratada, mulher com endometriose pode engravidar


Personagem de Camila Pitanga, na novela Insensato Coração, teme não poder engravidar

                                                            O sonho de ser mãe parece distante da vida de Carol Miranda, personagem de Camila Pitanga na novela Insensato Coração, da Rede Globo. A executiva bem-sucedida se vê obrigada a adiar a maternidade por sofrer de endometriose, doença que causa cólicas intensas e até infertilidade em algumas mulheres em idade reprodutiva. Porém, segundo médicos, com tratamento adequado, a mulher pode engravidar.
De acordo com o ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Aléssio Calil, durante a menstruação, as células do endométrio (camada central do útero) retornam à cavidade abdominal, gerando um processo inflamatório. Com isso, as cólicas se tornam muito fortes.
— O principal sintoma da endometriose são as cólicas intensas que até impossibilitam as mulheres de desempenharem suas atividades normais, como trabalhar — afirma o médico. m aparecer logo no início da adolescência, entre 12 e 14 anos, em garotas que já começaram a menstruar.
— É importante as mães ficarem atentas e levarem as filhas ao ginecologista quando a reclamação de cólica intensa for frequente — alerta Calil.
O diagnóstico pode ser realizado com ultrassonografia, ressonância magnética e exame de sangue do tipo CA 125. Se detectado o quadro, o tratamento é feito com medicamentos, que podem bloquear a menstruação. Em casos mais severos, no entanto, recomenda-se a cirurgia por videolaparoscopia.
— Após a cirurgia, é bem difícil que a mulher volte a ter endometriose — afirma o especialista.
Com o procedimento cirúrgico, acaba o processo inflamatório no peritônio, o qual dificulta a implantação do ovo fecundado na parede uterina - principal .   causa da infertilidade por endometriose.
http://zerohora.clicrbs.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.

Veja mais