quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Justiça do Rio Determina que Estado pague Fertilização in Vitro para Mulher Portadora de Endometriose Profunda

Estamos a caminho de uma conscientização, mas ainda temos muito que lutar. Vamos lutar, vamos gritar. Precisamos ser ouvidas agora, já. Vidas estão em jogo e precisamos acelerar nosso movimento, além da dor da perda da fertilidade ainda há as dores e sequelas físicas que anulam milhões de mulheres. Mulheres estas que ficam invisíveis a sociedade por estarem em seus leitos ou incapacitadas. Outras estão sem forças devido as limitações ocasionais. Por favor, eu preciso de vocês, vamos reagir, estou cansada e fragilizada pela dor meninas, preciso que peguem a espada que é a palavra e 
#juntasnumasovoz

Venha conosco, junte sua voz a nossa.
Vamos gritar, vamos gritar, vamos gritar. 

Quem quer Mudança?  Sei que todas queremos.

Mas realmente quem quer mudar? Quantos amigos você tem no face? e fora? 

Você pode assinar e repassar  para seus amigos e pedir que repassem?, somos nós que temos que lutar gente, não adianta chorar, reclamar, xingar, temos que agir. Afinal a dor é sua, a dor é minha, e quem não sente não vai pegar a bandeira e carregar. Se nós mesmos não damos importância há um problema tão grave e que está acontecendo conosco, vamos esperar de quem? Venha conosco agora, repasse no face, no e-mail em todos os canais, e imprima, por onde for colete assinaturas. Nós podemos mudar, mas temos que querer.

Enviem pelo menos para 10 amigos, peça que estes amigos enviem para mais 10 e assim por diante.
Estamos atualizando a petição e vamos colocar ali todos os direitos que precisamos, inclusive pode dar sugestão no comentário abaixo. Ajude-nos a fazer um projeto completo.  Dê a sua sugestão.
 Pegue seu livro
www.magazineacalentar.com
Temos já os temas somando-se: Os mesmos direitos de pacientes com câncer, direito aos estudos in domicilio, direito a ajudador domiciliar, tratamento domiciliar conforme crise, direito a medicamento para dor sem que precisemos implorar por este. Direito de informar palestrar para médicos e enfermeiros e profissionais de saúde em todo o Brasil sobre a realidade e como atender estas mulheres acreditando em sua dor, aprendendo a ouvir para que seja mais rápido o diagnóstico e principalmente respeitando. Como já é feito em vários países. E muitas outras já registrados que pode ajudá-las a viver com dignidade. Envie sua sugestão.
                                                 Assine aqui na imagem abaixo    


Assine aqui, Endometriose como saúde pública


                                                                    Imprima aqui e colha assinaturas, nos envie pelo correio ou , por fotos ou escanneie e envie para mariahelena@endometriosemulher.com



A Justiça determinou que o Governo do Rio de Janeiro pague a fertilização in vitro de uma mulher que não pode arcar com as despesas do tratamento. A decisão rara abre precedente para outras mulheres que sonham em ser mães. Veja video a seguir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.

Veja mais