domingo, 17 de janeiro de 2016

E Quando a Dor Chegar

Endometriose Uma doença insignificante para todos, mas que traz essa dor que nos cala, que nos fere e que nos deixa sem forças para lutar, o que fazer?
E quando a dor chegar 

As vezes quando nos deparamos com as adversidades da vida, nos sentimos frágeis e sem saída, mas é nessa hora que veremos quem são nossos verdadeiros amigos, diante de tudo descobrimos que o nosso verdadeiro amigo é Jesus Cristo e Deus nosso pai misericordioso, que através de seu poder nos emana todo o seu ser, não nos deixando desamparados, ele transforma nossos problemas em oportunidades, para nos tornarmos seres humanos melhores. Através de nossas fraquezas, conseguimos verdadeiros milagres com seu poder nos ajudando a fluir esse poder para dentro do nosso coração ansioso. Devemos aprender a ouvi-lo, mesmo quando estivermos ouvindo outras pessoas, e pedir que possamos pensar, viver, amar como ele, assim conseguiremos entender melhor o próximo.
Hoje nos deparamos com essa grande batalha dos tempos, não só a nossa que achamos ser a maior de todas, mas se notarem a volta, vão perceber que existe acontecimentos mais relevantes que a nossa dor O nosso planeta está passando por um grande inferno astral.... Estamos atravessando grandes conflitos humanos entre o céu e terra.  Nesse momento devemos nos unir e orar muito para que haja um entendimento entre todos. Vamos orar por Mariana e outros países que estão sendo atacado por uma mente doentia e sem Deus no coração, o próprio ser humano se auto destruindo.
A dor existe de todas as formas... Mas sempre nos deparamos a perguntar e questionar quando a dor chega seja ela qual for: Mas porque sentimos essa dor, essa amarga dor?
Porque isso acontece comigo? Deus o que fiz ou deixei de fazer? E muito fácil lembrar de Deus e cobrá-lo, nos momentos de aflição não é mesmo! Buscamos respostas pela qual jamais queremos enxerga-las, será que ela está dentro de nós? Ou será que falta Deus na nossa vida?
Deus é vida, a nossa vida, ele está em nos, basta olharmos e senti-lo.
Mas mesmo assim, porque então se Deus é vida, porque sentimos essa dor, porque?
E assim continuamos a reclamar, será que temos o habito de reclamar ao invés de adorar e agradecer?
Diz o proverbio se não vai pelo amor vai pela dor ..Qual seria essa dor?
A carnal ou a espiritual?
Mas, quando essa dor chegou em mim descobri que essa outra dor era tão pequena, tão insignificante, que acordei para o lado da luz, pude ver o verdadeiro significado da vida com cristo e sem cristo, os dois lados da moeda. Quando digo sem cristo não é porque eu não o acreditava, era sem fé, mas não o buscava tanto quanto agora e não conseguia sentir esse amor dentro de mim que estou sentindo essa confiança, de saber que tenho alguém do meu lado incondicionalmente... E esse sentimento maravilhoso me faz feliz, tão feliz que consigo caminhar em frente e esquecer essa dor...
E assim vivemos, arrastando a indiferença dos outros, das pessoas que não passam pela nossa dor e acham que somos exageradas. A endometriose hoje nos faz sentir uma mulher mais triste, sem ânimo…Mas precisamos vencê-la, um dia quem sabe alguém vai dizer que descobriu a cura e a verdadeira causa, costumo dizer que se não for descoberta para minha geração que venha a cura para essa nova geração que está nascendo e outras que já estão crescendo...
Recentemente li um artigo que fala novidades sobre, será? Vamos esperar e refletir se essa nova tese está no caminho? Uma doença insignificante para todos, mas que traz essa dor que nos cala, que nos fere e que nos deixa sem forças para lutar, o que fazer?
QUE DOR É ESSA?
                                                                                                        Leda Gonzaga
                                                                                                                 Escritora
Referencias

http://somostodosum.ig.com.br/blog/




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.

Veja mais