A VERDADE SOBRE ENDOMETRIOSE QUE NINGUÉM VÊ OU QUER VER

endometriose Hoje, 3 de dezembro, é o dia mundial das deficiência invisíveis. Como a minha. Gostaria de dedicar este pensamento a todas as "pessoas", e eu escrevo entre aspas ironicamente porque não as considero essas mas as considero como esterco, que nos últimos anos têm gozado a minha doença, a minha dor física e moral, subestimaram as minhas condições De Saúde (a propósito: no dia 16 de dezembro eu volto na sala de cirurgia pela sexta vez em três anos), eles fazem piadas humilhantes no meu handicap, fingiram ser amigas. tentaram de todas as formas falar mal entre as rodas embora sabendo tudo de mim. Aqui está: saibam que existimos nós também #disabiliinvisibili, não somos Alex Zanardi, não somos Beatriz vio ou todos estes campeões de vida que elogiadas (com razão) nos vossos post. Somos pessoas anônimas, desconhecidas, que sofrem, que gritam sem ser ouvidas. Que sofrem humilhações e afrontas e não podem fazer nada. Eu estou doente. Sou uma mulher que sofreu três amputações: intestino, ampola retal e bexiga. Quatro exportações parciais: Ureter Sx, útero, vagina e ligamentos útero-Lombares. Tenho os nervos lombares tão estragos que se eu não tivesse incluído um neuro estimulador na coluna, não posso desempenhar as minhas funções corporais de forma independente. A minha doença não tem cura. Fico por aqui, não estou a listar as mil coisas que não posso mais fazer, porque não quero piedade. É agora que você perceba que as consequências da #endometriose não são piadas. Aqui trata-se de incapacidades permanentes, de órgãos amputados que não permitirão mais uma existência normal. O seu não reconhecer nós deficientes invisíveis é a demonstração da sua ignorância e, sobretudo, da sua mesquinhez. Não se ri nunca do sofrimento dos outros. Nunca. #Giornatamondialedelledisabilitainvisibili #Iosonodisabileinvisibile #Rompiamoilsilenzio CHEGA: #vamosgritar, #vamosgritar, #vamosgritar ASSINEM E REPASSEM A PETIÇÀO, PEÇA AOS AMIGOS QUE AJUDEM. #juntasnumasovoz não #vamosassinar, #vamosagir.

Obrigada Suzana Pires e Julio Fisher

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Justiça do Rio Determina que Estado pague Fertilização in Vitro para Mulher Portadora de Endometriose Profunda

Estamos a caminho de uma conscientização, mas ainda temos muito que lutar. Vamos lutar, vamos gritar. Precisamos ser ouvidas agora, já. Vidas estão em jogo e precisamos acelerar nosso movimento, além da dor da perda da fertilidade ainda há as dores e sequelas físicas que anulam milhões de mulheres. Mulheres estas que ficam invisíveis a sociedade por estarem em seus leitos ou incapacitadas. Outras estão sem forças devido as limitações ocasionais. Por favor, eu preciso de vocês, vamos reagir, estou cansada e fragilizada pela dor meninas, preciso que peguem a espada que é a palavra e 
#juntasnumasovoz

Venha conosco, junte sua voz a nossa.
Vamos gritar, vamos gritar, vamos gritar. 

Quem quer Mudança?  Sei que todas queremos.

Mas realmente quem quer mudar? Quantos amigos você tem no face? e fora? 

Você pode assinar e repassar  para seus amigos e pedir que repassem?, somos nós que temos que lutar gente, não adianta chorar, reclamar, xingar, temos que agir. Afinal a dor é sua, a dor é minha, e quem não sente não vai pegar a bandeira e carregar. Se nós mesmos não damos importância há um problema tão grave e que está acontecendo conosco, vamos esperar de quem? Venha conosco agora, repasse no face, no e-mail em todos os canais, e imprima, por onde for colete assinaturas. Nós podemos mudar, mas temos que querer.

Enviem pelo menos para 10 amigos, peça que estes amigos enviem para mais 10 e assim por diante.
Estamos atualizando a petição e vamos colocar ali todos os direitos que precisamos, inclusive pode dar sugestão no comentário abaixo. Ajude-nos a fazer um projeto completo.  Dê a sua sugestão.
 Pegue seu livro
www.magazineacalentar.com
Temos já os temas somando-se: Os mesmos direitos de pacientes com câncer, direito aos estudos in domicilio, direito a ajudador domiciliar, tratamento domiciliar conforme crise, direito a medicamento para dor sem que precisemos implorar por este. Direito de informar palestrar para médicos e enfermeiros e profissionais de saúde em todo o Brasil sobre a realidade e como atender estas mulheres acreditando em sua dor, aprendendo a ouvir para que seja mais rápido o diagnóstico e principalmente respeitando. Como já é feito em vários países. E muitas outras já registrados que pode ajudá-las a viver com dignidade. Envie sua sugestão.
                                                 Assine aqui na imagem abaixo    


Assine aqui, Endometriose como saúde pública


                                                                    Imprima aqui e colha assinaturas, nos envie pelo correio ou , por fotos ou escanneie e envie para mariahelena@endometriosemulher.com



A Justiça determinou que o Governo do Rio de Janeiro pague a fertilização in vitro de uma mulher que não pode arcar com as despesas do tratamento. A decisão rara abre precedente para outras mulheres que sonham em ser mães. Veja video a seguir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.