A VERDADE SOBRE ENDOMETRIOSE QUE NINGUÉM VÊ OU QUER VER

endometriose Hoje, 3 de dezembro, é o dia mundial das deficiência invisíveis. Como a minha. Gostaria de dedicar este pensamento a todas as "pessoas", e eu escrevo entre aspas ironicamente porque não as considero essas mas as considero como esterco, que nos últimos anos têm gozado a minha doença, a minha dor física e moral, subestimaram as minhas condições De Saúde (a propósito: no dia 16 de dezembro eu volto na sala de cirurgia pela sexta vez em três anos), eles fazem piadas humilhantes no meu handicap, fingiram ser amigas. tentaram de todas as formas falar mal entre as rodas embora sabendo tudo de mim. Aqui está: saibam que existimos nós também #disabiliinvisibili, não somos Alex Zanardi, não somos Beatriz vio ou todos estes campeões de vida que elogiadas (com razão) nos vossos post. Somos pessoas anônimas, desconhecidas, que sofrem, que gritam sem ser ouvidas. Que sofrem humilhações e afrontas e não podem fazer nada. Eu estou doente. Sou uma mulher que sofreu três amputações: intestino, ampola retal e bexiga. Quatro exportações parciais: Ureter Sx, útero, vagina e ligamentos útero-Lombares. Tenho os nervos lombares tão estragos que se eu não tivesse incluído um neuro estimulador na coluna, não posso desempenhar as minhas funções corporais de forma independente. A minha doença não tem cura. Fico por aqui, não estou a listar as mil coisas que não posso mais fazer, porque não quero piedade. É agora que você perceba que as consequências da #endometriose não são piadas. Aqui trata-se de incapacidades permanentes, de órgãos amputados que não permitirão mais uma existência normal. O seu não reconhecer nós deficientes invisíveis é a demonstração da sua ignorância e, sobretudo, da sua mesquinhez. Não se ri nunca do sofrimento dos outros. Nunca. #Giornatamondialedelledisabilitainvisibili #Iosonodisabileinvisibile #Rompiamoilsilenzio CHEGA: #vamosgritar, #vamosgritar, #vamosgritar ASSINEM E REPASSEM A PETIÇÀO, PEÇA AOS AMIGOS QUE AJUDEM. #juntasnumasovoz não #vamosassinar, #vamosagir.

Obrigada Suzana Pires e Julio Fisher

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Ascende Uma Luz para o alívio da Dor Crônica

Uma maravilhosa inovação tecnológica vem em auxílio de homens, mulheres e adolescentes que sofrem com dores crônicas

 

Nossa Associação de Endometriose Infertilidade e Dor Crônica, vem lutando por meios que auxiliem a população que segundo estatísticas mostram que de 15 a 40% sofrem de dor crônica. E por incrível que pareça, mulheres portadoras de endometriose e adenomiose não fazem parte desta estatística, o que faz com que estes números sejam no mínimo 10% mais.
A dor cursa com inúmeras doenças crônicas, muitas das quais a medicina controla e dá sobrevida. Ironicamente, fica a dor. Que também pode ser tratada, pois já temos meios para tal. Posso acrescentar aqui um grande e importante coadjuvante neste tratamento o TANYX
A questão que surgiu foi: "porque preocupar-se com dor em um mundo cheio de doenças que matam?". Como pesquisadora digo: Quem disse que Dor Crônica não mata?, Existe inúmeros motivos, complicações por medicações, depressões que levam ao suicídio, desespero e revolta. Pois um ser viver literalmente em um purgatório em vida, deveria ser levado tão a sério quanto as doenças que "matam".
A resposta da OMS e da IASP foi muito clara: porque a dor está presente em todas elas. Dor é a dimensão silenciosa dos doentes que sofrem dessas doenças, pois a despeito do controle da doença sistêmica, a dor é que lhes causa, além de sofrimento, grande perda na qualidade de vida. 
A dor cursa com inúmeras doenças crônicas, muitas das quais a medicina controla e dá sobrevida. Ironicamente, fica a dor. Que também pode ser tratada, pois já temos meios para tal.
Dor crônica não tem utilidade biológica.
A dor crônica, quando presente, tem seu grupo de sintomas, paradoxalmente, já que é um sintoma; comporta-se como se fora uma doença em si. Imobilidade, depressão, alterações do sono, problemas nutricionais, dependência de medicamentos, de profissionais da saúde, de cuidadores e de instituições, incapacidade para o trabalho, ansiedade, medo, amargura, frustração, depressão e suicídio são algumas das complicações que podem acompanhá-la.
As mudanças no cérebro de quem sofre dor crônica têm sido motivo de inúmeras pesquisas. Com os estudos de neuroimagem mostraram-se até mudanças morfológicas em algumas áreas do córtex cerebral. E revisões científicas amplas mostram a extensão do problema. Mudanças físicas, funcionais e genéticas no cérebro de quem sofre dor persistente. 
Talvez, a complexidade dessas amplas alterações neuroplásticas sinalizem para a somatória de inúmeros fatores, adaptativos, de sobrevivência, e disfuncionais. A questão de reconhecer a complexidade da dor crônica, como se fora uma doença, é fundamental para a prática clínica, diferenciando-a da dor aguda, para fins educacionais, científicos e até administrativos.
 A dor, principalmente quando persistente, refratária ou crônica, deixa-nos atônitos. Afinal, dor não é um simples sintoma? Pois é, a questão é bem mais complexa.
Em casos de dores intensas constantes a pessoa se sente vivendo em um purgatório em vida, e neste caso quando se estende por anos a fio nada é mais grave, dito por muitos pacientes que nem a morte, pois esta se torna a esperança do alívio.
Isto hoje pode ser atenuado pelo TANYX, tirando o paciente do estado de loucura e desespero reduzindo de imediato a dor que o transtorna. Trazendo o alívio e acalmando. 
Por isto as informações a seguir são de extrema importância à quem sofre, mais uma luz se ascende à favor dos invisíveis, uma população enclausurada, escondida da sociedade por dores incapacitantes, além dos que lutam com dores inconstantes. Alguém está vendo e se importando. Graças ao olhar de Moacyr Bighetti. 
Quem tem dor tem urgência. Só quem tem sabe o valor do TENS.

Obrigada Bighetti, 
Maria Helena Nogueira




Neste dia 22 de Outubro de 2015 tivemos o 1º Fórum TANYX DA DOR, com  Dra. Gabriela Lauretti ministrou uma palestra online referente aos tipos de dores e como as dores afetam nosso organismo e o Dr. Paulo Giraldo ministrou  referente a doenças crônicas.

Neste Fórum tratamos de como ajudar portadores de dores crônicas, inclusive a Endometriose em que os portadores tem efeitos colaterais por medicamentos. Que possam realmente evitar as dores que incapacitam e destroem os portadores sem estes efeitos, o foco do TANYX que utiliza a tecnologia TENS é facilitar o acesso a um tratamento mais prático e de baixo custo, pois quando se fala em tratamento com a fisioterapia TENS, é sugestivo que o portador da dor crônica tenha que se locomover a um posto com o equipamento, já o TANYX, facilita muito a vida destes portadores pelo fato de ser portátil e autoaplicável.

Uma observação muito importante é que o TANYX deverá ser utilizado como complemento ao tratamento da doença que causa as dores crônicas e não como tratamento, pois o mesmo é utilizado somente para aliviar a dor, pois o TANYX vem regulado para a frequência da dor e agem diretamente sobre fibras nervosas Aß(A, Beta) interrompendo o envio dos estímulos de dores ocasionando a diminuição e até mesmo interrompendo a dor no local.

Primeiramente para que possamos compreender melhor irei passar algumas informações referentes ao TANYX, são elas:

Para entender o TANYX primeiro precisamos entender a tecnologia TENS, pois TANYX utiliza esta tecnologia, então o que seria TENS?

TENS – Neuroestimulação Elétrica Transcutânea ( Transcutaneous Eletrical Nerve Stimulation).
São estímulos elétricos controlados que em contato com a pele bloqueiam os sinais da dor que vão para o cérebro ( Teoria do Portão – Assista ao vídeo abaixo ).

video

Agora que entendemos um pouco sobre a tecnologia TENS, o que seria o TANYX?
Tão fácil quanto tomar um comprimido, TANYX é o único aparelho TENS regulado na frequência da dor, pronto para o uso e que pode ser utilizado a qualquer hora e em qualquer lugar.
TANYX desliga a dor sem remédio, aliviando ou eliminando as dores musculares, de articulação e até mesmo cólicas menstruais através de estímulos elétricos controlados.


São vários os benefícios 

  • ·         Portátil.
  • ·         Descartável.
  • ·         Autoaplicável.
  • ·         Sem risco de overdose.
  • ·         Sem efeitos colaterais.
  • ·         Pode ser utilizado várias vezes.
  • ·         Não restringe o uso de álcool ou outros medicamentos.
  • ·         Anatômico ( Pode ser utilizado a qualquer hora e em qualquer lugar).

O TANYX é indicado para:
  • ·         Dores agudas e crônicas.
  • ·         Dores lombares e cervicais.
  • ·         Dores abdominais.
  • ·         Dores nas extremidades e nervo ciático.
  • ·         Dor de cólicas menstruais ( dismenorreia, endometriose ).
  • ·         Dores musculares, contusões e tendinites.
  • ·         Dores nas juntas, artrites, bursites, luxações e entorses.

Contraindicações:
  • ·         Pacientes portadores de marca-passo ou desfibrilador.


 Obrigada às diretoras da Associação Nacional de Endometriose que participaram.

 Patrycia Matos.  Paraná.

 Andreia Luiza Da Silva.  de São Paulo

 Obrigada à secretaria de saúde de Uraí Paraná.

 

Por: Ronald Lopes


A seguir depoimentos, perguntas e respostas. Aguardem




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para nós. Participe.