A VERDADE SOBRE ENDOMETRIOSE QUE NINGUÉM VÊ OU QUER VER

endometriose Hoje, 3 de dezembro, é o dia mundial das deficiência invisíveis. Como a minha. Gostaria de dedicar este pensamento a todas as "pessoas", e eu escrevo entre aspas ironicamente porque não as considero essas mas as considero como esterco, que nos últimos anos têm gozado a minha doença, a minha dor física e moral, subestimaram as minhas condições De Saúde (a propósito: no dia 16 de dezembro eu volto na sala de cirurgia pela sexta vez em três anos), eles fazem piadas humilhantes no meu handicap, fingiram ser amigas. tentaram de todas as formas falar mal entre as rodas embora sabendo tudo de mim. Aqui está: saibam que existimos nós também #disabiliinvisibili, não somos Alex Zanardi, não somos Beatriz vio ou todos estes campeões de vida que elogiadas (com razão) nos vossos post. Somos pessoas anônimas, desconhecidas, que sofrem, que gritam sem ser ouvidas. Que sofrem humilhações e afrontas e não podem fazer nada. Eu estou doente. Sou uma mulher que sofreu três amputações: intestino, ampola retal e bexiga. Quatro exportações parciais: Ureter Sx, útero, vagina e ligamentos útero-Lombares. Tenho os nervos lombares tão estragos que se eu não tivesse incluído um neuro estimulador na coluna, não posso desempenhar as minhas funções corporais de forma independente. A minha doença não tem cura. Fico por aqui, não estou a listar as mil coisas que não posso mais fazer, porque não quero piedade. É agora que você perceba que as consequências da #endometriose não são piadas. Aqui trata-se de incapacidades permanentes, de órgãos amputados que não permitirão mais uma existência normal. O seu não reconhecer nós deficientes invisíveis é a demonstração da sua ignorância e, sobretudo, da sua mesquinhez. Não se ri nunca do sofrimento dos outros. Nunca. #Giornatamondialedelledisabilitainvisibili #Iosonodisabileinvisibile #Rompiamoilsilenzio CHEGA: #vamosgritar, #vamosgritar, #vamosgritar ASSINEM E REPASSEM A PETIÇÀO, PEÇA AOS AMIGOS QUE AJUDEM. #juntasnumasovoz não #vamosassinar, #vamosagir.

Obrigada Suzana Pires e Julio Fisher

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Superando dia a dia a Endometriose "Um câncer da alma"



“Um câncer da Alma” 

 Superando dia a dia a Endometriose



A endometriose deixa um rastro de destruição 

na vida de uma mulher, incomodando até mesmos amigos e familiares. As dores físicas 

são cruéis e as psicológicas nos deixam mais vulneráveis à depressão e até mesmo ao 

suicídio.

Ela tira sem dó a qualidade de vida das mulheres impossibilitando desde as tarefas 

simples as mais complexas tirando-a totalmente do convívio da sociedade.

Às vezes me pego pensando quando será que a cura chegará?

Mas o que importa! Ela não vai trazer de volta o que ela em nós destruiu!

Revoltas ou realistas?

Sabemos que as dores são intensas e podem ocorrer até mesmo antes da menstruação 

e após, mesmo assim aquelas mulheres que não mais menstruam continuam com 

os mesmos sintomas, aquelas que já fizeram a retirada do útero ainda pode sim 

desenvolver a endometriose devido aos ovários, pois são eles os maiores vilões nesse 

caso devido ao hormônio do estrogênio.

Mas como ficar sem eles se eles também nos oferecem um brilho como mulher....

Ela é sem dúvida um câncer da alma......

O que fazer? Não sabemos. Esperar é preciso, esperar em que? Deus nossa única 

esperança.

Somos mulheres somos guerreira

Mulheres de força!

 Deus a nós confiou essa grande missão,

Estranha missão!

Mostrar ao mundo as dores da alma...

E assim vamos!

Lutando contra algo que nos domina e que às vezes nos fazem parecer vencida...

Acordamos todos os dias com a esperança de dias melhores

Ao ver a luz do sol sentimo-nos vivas! 

Vivas pela presença de Deus nos mostrando que ele está ali do nosso lado.

Que dor é essa que vai além da carne e atinge nossa alma e a deixa cheia de feridas, 

tendo que sentirmos essa dor em silencio e enfrentar o preconceito e o descaso 

da sociedade. Que câncer de alma maldito é esse que não consegue ser visto pela 

tecnologia da ciência...

Quando vencer esta missão? 

O dia que o ser humano for capaz de descobrir simplesmente a cura?...

Mas me pergunto novamente, de que adiantará essa cura? Se ela não devolverá mais o 

que ela destruiu em nos...

Mas não somos egoístas, queremos sim que descubram logo a cura, pois se acontecesse 

salvaria a nova geração de perder o que nos já perdemos...

Ou será que ela virá no dia em que realmente nossa fé for maior que esta descoberta? 

Esperar é preciso...

Leda Gonzaga 

Escritora

Uberlândia/Maio/2014.

 Faça seu Cadastro
Cadastro de Portadoras de endometriose

Visitem nossa loja e adquira nossos produtos, assim você está contribuindo com tão Nobre Causa.


Conheça a verdadeira cara da endometriose.

 Conheça a verdadeira cara da endometriose


3 comentários:

  1. A realidade que precisa ser escancarada para a sociedade leiga e para os "entendedores de jaleco branco" que menosprezam a verdade.

    ResponderExcluir
  2. Nossa dura realidade mais somos lindas guerreiras que não desistem , lutemos de cabeça erguida pois assim estaremos servindo de exemplo para outros que vivem no tormento da dor !!!

    ResponderExcluir
  3. Cura está em nós mesmo, mas eu não diria "cura" mas sim melhora , a endometriose vem de um emocional abalado e físico mal cuidado, e as mulheres podem sim ter uma resposta melhor a essa doença como a qualquer uma outra que inflama seu corpo, mudando a alimentação e isso consequentemente melhora o emocional, em ambiente alcalino doenças não existem, não aumentam, cortem café, açúcar, refrigerantes, álcool, carne de porco, alface, leite e derivados de leite e porco e seu corpo começara a respirar pode se defender, tome sol uma hr por dia ou o sol da manha ou o sol da tardinha de top e calcinha, cuidem do intestino de vocês, e sejam gratas a gratidão é o combustível do emocional, isso não é cura mais é para mais qualidade de vida e menos dores. Um beijo com carinho e amor a todas!

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante para nós. Participe.